Mixxon logo

HIIT, o treino que é o must do momento nas academias
Lifestyle

HIIT, o treino que é o must do momento nas academias

Um monte de gente está cheia de vontade de malhar, mas acaba ficando no sedentarismo por pura da falta de tempo. É para essas pessoas que nasceu o HIIT - sigla em inglês para High IntensityInterval Training ou Treino Intervalado de Alta Intensidade. Este tipo de modalidade promete que a balança caia com definição muscular, intenso condicionamento físico e queima de 500 a 550 calorias a cada meia hora de aula.


O HIIT promete acelerar o metabolismo mesmo após os exercícios, o que prorroga a queima de calorias até quando o atleta já está descansando. Sendo assim, melhora a capacidade cardiovascular e auxilia na produção de hormônios para lipólise, degradação de lipídios em ácidos graxos e glicerol.

 

 

HIIT - Treino de alta intensidade é a nova febre do mundo fitness (Foto FreeStock)

 

 

Segundo especialistas, os primeiros resultados já começam a aparecer em pouco tempo, principalmente se a prática duas vezes por semana seja aliada a uma alimentação saudável.


Nos treinos do HIIT, não são usados apenas o peso corporal para os exercícios. É preciso agregar o máximo de implementos como pesos, corda naval, TRX e kettlebells para que o aluno tenha um gasto calórico e não deixe de lado o fortalecimento muscular e a manutenção da massa magra.  A chave está na alternância entre pico de esforço e recuperação: rápida, em repouso ou em pausa ativa, isto é, realizando outro exercício de baixa intensidade.


Mas será que qualquer pessoa pode fazer uma aula de HIIT? Há grande polêmica entre os especialistas porque a frequência cardíaca geralmente fica entre 85% e a máxima, por quase não haver descanso e pelo alto impacto das atividades. Por isso, o ideal é que haja uma avaliação médica prévia, tanto do ponto de vista cardiovascular quanto do ortopédico, para que lesões prévias não sejam sobrecarregadas.

 

Texto por Vanessa Kopersz

Talvez você também goste