Ícone para loading

Acrobat logo

Como reforçar seu estoque de Vitamina D em tempos de Coronavírus
Lifestyle

Como reforçar seu estoque de Vitamina D em tempos de Coronavírus

Em tempos de Coronavírus, uma das maiores recomendações dos médicos para deixar a saúde em dia é manter os níveis da Vitamina D estáveis. Sabemos que em nosso país tropical, a radiação solar – a maior fonte dessa vitamina - é abundante, mas mesmo assim ainda tem gente que sofre com a falta dela.

 

A falta de Vitamina D pode ser considerada grave em grupos específicos como idosos, gestantes, pacientes com osteoporose e doentes crônicos.

 

Além de ser a principal chave para a absorção de cálcio e outros minerais, essa vitamina tem ainda outros benefícios, entre eles, seu papel fundamental na modulação do sistema imunológico, auxiliando na regulação das células de defesa.

 

O sol é a principal fonte de vitamina D, já que cerca de 90% desta vitamina é sintetizada na pele humana através da absorção da radiação UVB. Mas também dá para encontrar essa ótima vitamina nos alimentos, só que em menor concentração. E quais são estes alimentos? São os peixes gordurosos como salmão selvagem, atum, sardinha e também o óleo de fígado de bacalhau, além dos alimentos suplementados.

 

Mas em tempos de quarentena, como produzir a vitamina D respeitando o isolamento social solicitados pelas autoridades? Uma parte dos médicos recomenda pequenas exposições no jardim de casa na varanda ou simplesmente na janela do apartamento.

 

 

Outra recomendação forte dos médicos é a prática da atividade física em casa, já que o isolamento social pode levar ao sedentarismo, à perda de massa magra e à redução de deposito de cálcio nos ossos, maximizando o risco de pessoas com osteoporose.

 

Texto por Vanessa Ming

Fotos por Unsplash

Talvez você também goste