Ícone para loading

Acrobat logo

Como montar uma mala legal de verão
Dicas e Atualidades

Como montar uma mala legal de verão

As férias estão chegando e as viagens vão rolar, seja para a praia, campo ou resorts. Uma das maiores preocupações de quem viaja é como fazer a mala ideal. Separamos algumas dicas para deixar esse momento de preparação mais organizado e prático. Anotem aí.

 

- Uma boa mala começa no papel. Você só deve tirar as peças do guarda-roupa depois de ter listado tudo que pretende levar. Especifique e enumere cada peça escolhida e já marque o que combina com o quê. As roupas só saem do armário quando esta lista estiver pronta.

 

- Inclua apenas as peças que já usa. Não coloque na mala uma roupa que você não veste com frequência. Sabe aquela roupa que você comprou pensando na viagem ou que guarda há um tempão no armário, mas nunca encontrou uma ocasião para usar? Pois é...ela também não vai ser usada na viagem.

 

– Leve mais partes de cima. A matemática é simples: calcule uma parte de baixo para cada duas partes de cima, já que usar a mesma parte de baixo chama menos atenção do que usar a mesma parte de cima. Pensando assim, você pode levar três partes de baixo (para um fim de semana ou feriado) ou seis partes de baixo (para uma semana a dez dias de viagem) e o dobro disso em partes de cima. Lembrando que parte de cima não é só blusa, também contam colete, jaquetinha, moletons.

 

- É importante pensar que vestidos rendem menos combinações, pois são peças únicas. Como a ideia aqui é maximizar as coordenações das peças, vestido é o que menos precisa ter na mala. Isso não significa que ele deve ficar de fora.

 

- Prefira peças com cores que combinem entre si. Se escolher tons coordenados, você terá muito mais opções de looks e não apenas as duas partes de cima para cada parte de baixo. Vale escolher um conjunto de quatro cores, que podem ser duas neutras e duas coloridas.

 

- Os looks de praia são looks separados. Você deve considerar quantos biquínis ou maiôs dão certo com qual quantidade menor de saídas. A ideia é escolher saídas versáteis, que funcionem com mais de uma roupa de banho. Um sapato para a praia e uma bolsa são suficientes. O sapato da praia pode ser uma rasteirinha que sirva para sair direto  para o almoço, mas que também funcione bem no happy hour do fim do dia ou na balada. Um chinelo, para ir e voltar da praia, também pode entrar na mala.

 

 

Texto por Vanessa Kopersz

 

Talvez você também goste